Segundo Domingo da Quaresma – 2022


Domingo, 13 de março.


Hoje celebramos a missa solene dos coroinhas, que será realizada uma vez por mês, para que também lhes sejam transmitidos valores de fé e espiritualidade. Padre Manoel, em sua homilia de hoje, ressaltou que para conseguirmos alcançar aquilo que almejamos devemos nos esforçar bastante e, no caso das crianças, estudar bastante.

No evangelho de hoje, Jesus, em cima da montanha, se mostra aos discípulos como uma pessoa cheia de luz, porque estes estavam muito preocupados com o fim que Jesus teria. Eis que dois homens chegaram para conversar com Jesus: eram Moisés e Elias. Eles apareceram revestidos de glória e conversavam sobre a morte, que Jesus iria sofrer em Jerusalém.

Ao saberem disso, os discípulos ficaram decepcionados, ao ponto de desejarem desistir da missão. Jesus pede para os discípulos descerem a montanha para se colocarem a serviço do Reino. Nós muitas vezes na nossa caminhada cristã enfrentamos situações de dificuldades e sofrimentos e muitas vezes caímos na tentação de querer desistir. Assim como as três tentações do evangelho do domingo passado, estas tentações vão passar por nós até o final de nossas vidas.


Mas se nós entendermos que a cruz é o momento que Jesus encontrou para estar conosco e que Ele é o Senhor da nossa história, então mesmo nas dificuldades, nas dúvidas e nos sofrimentos, seremos capazes de superá-las e de enfrentá-las. Diante disto, a Eucaristia quem irá nos fortalecer em nossa caminhada, por isso é muito importante participarmos das Missas todos os domingos.

Não podemos dizer para nossos corpos que só iremos nos alimentar daqui um mês, porque o próprio corpo vai reclamar da ausência do alimento, da mesma maneira que a nossa alma vai reclamar da ausência de Jesus Cristo que é o alimento sagrado. Por isso aos pais que irão acompanhar seus filhos na catequese, devem assumir o compromisso de participarem das missas em família, mesmo que não possam comungar por diversas razões, mas comungam espiritualmente, dando testemunho do exercício na fé.

O segundo compromisso é de que os pais participem da catequese de seus filhos, acompanhando os temas que lhes são dados, pois faz relembrar a nossa catequese e fortalece a nossa fé. No evangelho, a nuvem que desceu e envolveu os discípulos é o próprio Espírito Santo dizendo “Este é meu filho amado e escutai-o!” Significa que devemos seguir os ensinamentos de Jesus Cristo. O Papa João Paulo II nos dizia: Família que reza unida, permanece unida.


AVISOS:
• Dia 14/03 às 19h30 teremos, no clube, um jantar em homenagem ao dia das mulheres, que foi dia 8/03. Informações no CAO. Valor: R$70,00.

• Dia 29/03 às 20h haverá no clube uma palestra com Padre Antônio sobre depressão.

2ª Semana da Quaresma – 2021


Domingo, 28 de Fevereiro.

Estes quarenta dias de quaresma são uma preparação para que possamos celebrar dignamente a festa máxima do Cristianismo – A Páscoa.

Padre Manoel em sua homilia abordou bem o evangelho da tentação de Cristo no deserto onde nela foi atacado pelas três tentações do demônio, nesta hora Jesus não conversa com o demônio mas só se defende, pois como disse Papa Francisco, “Se dialogarmos com o demônio seremos derrotados”.

Na primeira tentação o demônio diz: “Se tu és Deus, transforme estas pedras em pães para saciar tua fome” e Jesus responde: “Não só de pão vive o homem, mas de toda a palavra de Deus”.

Na segunda tentação o demônio diz: “Se és filho de Deus, está escrito que os anjos irão te segurar se saltares de um penhasco” e Jesus responde: “Não tentarás o senhor teu Deus”. Tentação é esta? É a tentação de negarmos nossa história; Jesus é filho de um carpinteiro, de um homem bronco e sem valor perante à sociedade.

Na terceira tentação o demônio diz: “Se me adorar e se ajoelhar perante mim, eu te darei todos os reinos deste mundo” e Jesus responde: “Adorarás somente o Senhor teu Deus”. O demônio é um mentiroso, dizendo que é dono de tudo, enquanto na verdade, não é dono de nada. É quando queremos ser melhores que todos, mas somente Deus é Senhor de nossas vidas.

Na primeira leitura, Abraão teve Isaac com 90 anos e começou a enxergá-lo como sendo a razão de sua vida. Deus coloca Abraão à prova fazendo com que ele reconheça que Deus é a razão de tudo. E depois que Abraão foi provado na fé, a  promessa de Deus foi cumprida.

No evangelho Jesus se transfigura diante Pedro, Tiago e João porque os discípulos não estavam acreditando na ressurreição e que a cruz era um sinal de desonra, então Jesus antecipa aquilo que vai acontecer depois da cruz, ressuscitar no terceiro dia.

Na transfiguração Jesus recebe Moisés que representa as taboas da lei e Elias que representa todos os profetas. Pedro negou Cristo três vezes, Tiago gostava de fazer justiça com as próprias mãos e João era imaturo por conta da pouca idade; os três representam as limitações da humanidade.

AVISOS

Campanha Doação de Alimentos e Roupas

O social do São Paulo fez a arrecadação durante a semana através de uma solicitação de Pe Manoel. São Mais de 200 famílias que a Comunidade São Paulo Apóstolo e Santa Suzana atendem. Segue o convite para você também colaborar com esta doação.

1ª Semana da Quaresma – 2021


Domingo, 21 de Fevereiro.

“Viemos do pó e vamos retornar ao pó!” Padre Manoel em sua homilia disse que recordar esta precariedade humana é muito importante para vermos que a humanidade necessita de aperfeiçoamento, ou seja, de conversão, de um encontro com Cristo.

E que a igreja nos propõe a utilizar, durante este período de quaresma, as três armas que Jesus utilizou para vencer a tentação no deserto: O Jejum, a caridade e a oração.

A estória de Adão e Eva reflete muito bem a realidade do hoje no que diz respeito à atuação do demônio em nossas vidas com suas mentiras, dizendo que podemos viver sem Deus, que podemos ser felizes sem precisar amar o próximo, se aproveitando de seus sentimentos sem medir consequências, entrando assim a morte como consequência do pecado.

Deus não permite que a humanidade continue sendo escrava da morte existencial e antológica, por isso manda seu filho com a missão de restaurar a humanidade, ferida pelo pecado, de modo a gerar vida. Pois a morte que matou Jesus Cristo não conseguiu vencê-lo. E São Paulo Ressalta: “Se nós morremos com Cristo, com Cristo ressuscitaremos!”

A primeira Leitura fala de Noé, que com sua família, constroe uma arca para abrigar os animais, e quando as portas da mesma se fecham, vem o dilúvio e quem está na arca é salvo. Esta figura da arca sempre foi interpretada como a igreja, significando que aqueles que permanecerem fiéis a Deus, renunciando ao pecado e as tentações do demônio, estarão protegidos e serão salvos. Caso contrário, não é Deus que se afasta de nós e sim nós que nos afastamos de Deus.

AVISOS:

Próximo domingo teremos Missa no clube como de costume.

2º domingo da Quaresma – 2020


Domingo, 8 de Março.

A palavra de Deus veio iluminar esta celebração. São Paulo disse que por causa de Adão e Eva entrou o pecado no mundo, e também, como consequência do pecado, a morte. Onde nós somos semelhantes a Deus? Na capacidade de amar, pois o maior pecado é o da desobediência, ou seja, de não aceitar o amor de Deus em nossas vidas. Apesar de sermos pecadores, Deus não nos abandona, Ele vem ao nosso encontro através de seu chamado.

Abraão experimentou o fracasso e a solidão porque desobedeceu a Deus não aceitando o seu passado, bem como sua história e sua limitação, tendo então, com sua escrava, um filho chamado Ismael, filho dos projetos e da lógica humana. Mesmo assim Deus não abandou Abraão, e lhe disse: “Não é este o filho da minha promessa, o filho da promessa é com tua esposa Sara!”

De um útero seco, Deus fez gerar a vida, pois quando Abraão ouviu o chamado de Deus em seu coração, dizendo para deixar sua terra e se desamarrar de seu passado e de seus pesos, Deus promete a Abraão levá-lo a uma terra aonde correria leite e mel e lhe daria um filho que tanto desejou: Issac. Abraão saiu de Ur e caminhou mais de 2000 km deserto a dentro até a terra prometida que hoje é Israel.

No evangelho, Jesus se transfigurou diante dos discípulos porque ainda não tinham uma fé perseverante, então Jesus teve que antecipar a sua glória, para que os mesmos não desanimassem na caminhada. Por isso, celebrar a missa no domingo é sempre experimentar a glória de Deus nos nossos corações, que nos anima a caminhar e ir adiante sem desistir jamais, mesmo que o mundo diga o contrário. Por isso Jesus diz, assim como Deus disse a abraão: “Coragem eu estou com vocês!”

O cristão é aquele que não deve ter medo das dificuldades, pois somos cristãos porque acreditamos na ressurreição, e cremos que não morreremos pois experimentaremos a promessa de vida eterna com Deus que nos ama enquanto irmãos e irmãs, enquanto família.

São Paulo diz: “As tristezas do tempo presente não se comparam às alegrias que Deus preparou para nós”. Amar não é se apegar, mas viver o amor na liberdade. Quando dizemos no credo: “creio na comunhão dos santos”, dizemos que todos os que foram batizados através da salvação de Cristo, não porque somos bons, mas principalmente porque somos pecadores, pela ação do sacrifício de Jesus Cristo na cruz; são santos e imaculados por Ele.

Jesus é a cabeça e nós somos os membros, como também os membros que já partiram para o encontro de Deus, por isso que a Igreja não é apenas uma igreja física, porque através dela estamos em comunhão com nossos entes que já partiram no amor, na misericórdia e na paz do Senhor, porque Deus será tudo em todos.

AVISOS:

Curso de crescimento na fé com Pe. Manuel. “Quem sou eu, pra onde vou e qual é a minha missão neste mundo”. Início dia 16 de março, segundas e quintas- feiras às 20h30. Paróquia de Santa Suzana. Rua David Ben Gurion, 777.

1º Domingo da Quaresma – 2020


Domingo, 1 de Março.

Estamos vivendo o tempo litúrgico da quaresma que são 40 dias, começando pela quarta feira de cinzas até a quinta feira santa com a Missa do lava pés, seguida da sexta feira da paixão e do sábado de aleluia com a comemoração da Páscoa e ressurreição de Cristo.

Deus querendo expandir o seu amor, criou Adão e Eva para compartilhá-lo, dando a eles o dom da liberdade para que também fossem livres para amá-lo, pois tinham o privilégio de verem a Deus face a face. Nisto, a serpente colocou a mentira no coração de Eva, dizendo que o único fruto que Deus não permitia que eles comecem seria a maçã, que era bela, doce e necessária para adquirir o conhecimento do bem e do mal; e caso a comessem, seriam como Deus. Então Eva, depois de ouvir a serpente, se sentiu traída por seu criador chegando a conclusão que Ele seria seu adversário. Depois de comerem o fruto, tiveram vergonha de si mesmos e com isso veio pecado e a morte existencial, ou seja, a carência de amor.

Este fato ilustra bem a realidade contemporânea no qual o ser humano, por conta da inveja, necessita de afetos e compensações. As redes sociais retratam bem isso, as pessoas postam fotos de viagens, bens de consumo, baladas, namoro, etc aparentando felicidade, enquanto muitos que não têm condições de terem isso, se sentem inferiores e infelizes perdendo tempo vasculhando a vida dos outros nessas mídias.

Jesus foi para o deserto vivenciar um tempo de preparação para algo muito importante que viria acontecer, e neste deserto foi provado, através de seus pontos fracos, pelo demônio, que começou a questioná-lo dizendo: “Se tu és Deus transforme estas pedras em pães!” E na segunda provação o demônio instiga Jesus a tentar Deus. Padre Manoel ressaltou em sua homilia que ter fé, não é somente se afastar dos problemas, mas saber lidar com os problemas tendo uma nova perspectiva, porque é comum as pessoas seguirem a Deus enquanto tudo ocorrer bem, mas basta vir uma crise financeira e perderem tudo aquilo que acumularam durante anos de vida, que se afastam de Deus.

Na última tenção o demônio diz a Jesus: “Se te ajoelhares diante de mim, para me adorar, eu te darei todo reinado deste mundo!” Jesus lhe disse: “Meu reino não é deste mundo! Adorarás ao Senhor, teu Deus, e somente a Ele prestarás culto’”.

Se Deus permitiu que tais fatos acontecessem em nossa vida, é porque precisamos melhorar em alguma coisa, por exemplo, negar o pecado por menor que seja serve para que aprendamos a buscar forças em Deus, igual a uma videira que não é regada constantemente para que ela aprenda por si só a buscar umidade do solo através de suas raízes, fazendo com que elas se fortaleçam e crie frutos resistentes às pragas, pois há relatos de muitas premiações de vinhos feitos por estes tipos de uvas. Por isso não devemos pensar que Deus errou em nossa história, devemos aceitar nossa história para ressignificar a nossa existência.

1ª Semana da Quaresma – 2019


Domingo, 10 de Março.


QUARESMA – TEMPO DE CONVERSÃO.

Padre Clemente, em sua homilia, levou uma bússola para explicar como ela nos guia para o destino escolhido, e que a Bíblia é como se fosse uma bússola para quem quiser traçar o caminho de Jesus e alcançar a salvação.

Jesus respeita nosso livre arbítrio, por isso Ele NÃO nos fala: “Filho quando você tiver tantos anos você vai fazer tal coisa!” Mas Ele nos mostra que o caminho para salvação é seguir o Evangelho de Deus, e que, dependendo de nossas escolhas, haverá caminhos que não nos levarão à salvação.

Igual na estória de Alice no País das Maravilhas, onde Alice pergunta ao gato: “Qual é o caminho para sair da floresta?” e o gato diz: “Depende de onde você quer chegar.” e Alice responde: Não me importa! Então o gato a aconselha seguir por qualquer caminho.

Portanto se soubermos aonde vamos, devemos traçar um caminho, e se este caminho for o da salvação, devemos traçar o caminho da santidade e da justiça, para que possamos vencer as tentações.

Ontem durante a Missa tivemos a primeira parte da preparação do batismo. A chamada “Celebração da Eleição”.  Duas crianças da nossa catequese, e uma da catequese da Sta Suzana, serão batizadas no sábado da vigília Pascal. Nessa celebração as crianças tiveram seus nomes escritos na Bíblia representando o livro dos eleitos. São elas: Felipe, Júlia e Mayara.


Jejum, Oração e Caridade:
A Pastoral da Liturgia, juntamente com a Pastoral do Kilo convida todos a doarem alimentos não perecíveis, roupas e utensílios em geral; e graças as nossas doações, a Pastoral do Kilo já doou mais de 30 sextas básicas para famílias carentes das crianças da Cáritas.

E quem quiser fazer arrecadação de alimentos, poderá se identificar na paróquia para cadastrar o condomínio ou edifício em que mora, retirar os cartazes na Imaculada ou através da mídia social, e fazer a campanha. Dia 6 de abril a Pastoral do Kilo passará recolhendo as doações nos condomínios que fizeram a arrecadação. Para maiores informações: (11) 3742-4754 / Ter-Sáb: 08:00 às 17:00 (falar c/ Rozilda).

Já estão disponíveis inscrições para:

  • Curso de Noivos e preparação para vida matrimonial;
  • Formação para novos Ministros da Eucaristia;
  • Catequese para adultos e crianças, e Crisma para pessoas a partir de 16 anos;
  • II Rally Bíblico com Padre José Bortolini.  Será dia 28 às 14h no Salão Paroquial, podendo formar equipes de 3 ou 5 pessoas.
  • SOLENIDADE DE SÃO JOSÉ
    Missas às 8h na Imaculada e 20h na Santa Suzana.
  • ORAÇÕES NA QUARESMA
    Todas as sextas-feiras, logo após as Missas das 8h na Imaculada, temos a meditação das 7 dores de Maria e a oração da Via-Sacra diante do Santíssimo.