Celebração da Santíssima Trindade – 2022


Domingo, 12 de junho.

Nós católicos, sempre que iniciamos uma oração, fazemos o sinal da cruz nos recordando, ao mesmo tempo, de três pessoas importantes da Santíssima Trindade: Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo. São três pessoas sendo um só Deus.

Deus é o criador de tudo, e num sinal de amor, se encarnou no meio de nós nos enviando seu filho para redimir nossos pecados, e seu filho nos enviou o Espírito Santo.

O cristão é acolhedor por natureza, Padre Manoel em sua homilia nos explicou que não existe cristão que não abraça, pois devemos abraçar as pessoas, assim como o Espírito Santo nos abraça.

Santo Agostinho foi um dos grandes teólogos da Santíssima Trindade escrevendo um livro com mais de 300 páginas sobre Ela e mesmo assim não chegou a nenhuma conclusão porque a Santíssima Trindade é um mistério.

Devemos fazer o Sinal da Cruz com dignidade porque neste gesto está a expressão máxima da nossa identidade, pois é uma pena nossos irmãos protestantes não fazerem o sinal da cruz, nós católicos o fazemos por tradição porque os primeiros cristãos já tinham consciência desta trindade santa.

São João definiu o que toda a bíblia tenta explicar, que Deus é amor. E onde há amor, não há temor. Portanto se Deus é amor, Ele não é vingativo.

São três elementos que estão no DNA dos cristãos: somos filhos de Deus (significa que pertencemos a Deus), somos seres relacionais e temos uma missão a cumprir.

Somos seres relacionais, ou seja, não somos cristãos solitários, estamos aqui para fazer o bem ao outro, porque todos os dons que Deus nos deu foi para colocarmos a serviço do próximo.

A família também é uma célula relacional, ou seja, na família deve haver o diálogo. A Santíssima Trindade também é um modelo de família, porque os três se comunicam de modo perfeito. O amor na família se manifesta através do diálogo e o casal cristão é um casal dialogal por excelência.

A igreja é uma comunidade dialogal e de amor, onde nos comunicamos com Deus e, ainda que sejamos falhos, devemos lutar pela justiça e pela paz, começando por nós mesmos evitando os pequenos pecados.

Cada Pessoa da Santíssima Trindade tem uma missão: O Pai é o Criador, o Filho é o Redentor e Salvador e o Espírito Santo é o Santificador que nos anima a realizarmos nossa missão.

Por exemplo, a missão de um pai é ser pai, a missão do esposo é cuidar da esposa e vice-versa, a missão de um padre é levar a palavra de Deus às pessoas, etc. Mas a missão de todos nós é mostrar para o mundo que a verdadeira comunhão de amor é mantendo as relações.

O pecado grave é quando rompemos relações, pois o primeiro pecado de Adão e Eva foi romper as relações com Deus, porque o amor une e gera a vida. Então devemos ter em mente que somos filhos de Deus, somos seres relacionais e temos uma missão a cumprir.

AVISOS:

• Próxima Quinta Feira (16 de junho), Celebração Corpus Christi. A procissão
será dentro do Salão Paroquial e haverá um tapete da caridade com roupas doadas à Cáritas.
Horário: 18h00
Endereço: Rua David Ben Gurion, 777

• Próximo domingo (19 de junho), a Missa será celebrada no Salão Nobre. Entrada pelo portão 17 do clube.

• Palestra dia 28/06 – terça feira às 20h00 no salão de festas.
Entrada pelo portão 5 do clube.
Tema: Suícidio
Trazer um quilo de alimento não perecível.
Palestrante: Padre Lício do Vale. Mebro da ABEPS – Associação Brasileira de Estudos e Prevenção ao Suicídio
https://www.linkedin.com/in/liciovale/

Festa de Pentecostes – 2022


Domingo, 05 de junho.

Pentecostes – Festa do Espírito Santo, a pessoa desconhecida da Santíssima Trindade.

Como eu posso dizer que eu tenho o Espírito Santo? É quando sentimos o seu amor ao fazermos o bem, por exemplo, quando sentimos que precisamos ajudar os necessitados e quando sentimos que devemos reparar algum erro que cometemos.

É também quando sentimos que precisamos nos qualificar para algo que, para isso, devemos estudar mais. Esta é a potência que vem de Deus até nós, que nos capacita a fazer coisas inimagináveis.

Pessoas como Madre Tereza de Calcutá não medem esforços para fazer o bem, não têm medo dos fracassos e das desilusões. Madre Tereza, olhando para os sofrimentos das pessoas em Calcutá, reconheceu que não deveria continuar presa em um convento sem fazer nada por eles. Isso é o Espirito Santo se manifestando nela.

E o Espírito Santo dava forças e coragem à Madre Tereza, que se não fosse por Ele, ela não conseguiria. Se sentirmos que somos chamados a ajudar os mais necessitados, mas não temos coragem para isto, peçamos forças ao Espírito Santo que Ele nos concederá.

Peçamos também o Espirito Santo no nosso dia a dia para realizarmos todas as nossas tarefas, ou seja, nas dificuldades do nosso trabalho, no trânsito, na nossa família, no relacionamento conjugal e principalmente para amar e perdoar o próximo. E aquelas dificuldades que não conseguirmos vencer, que possamos compreender e seguir adiante.

Outro sinal do Espírito Santo é a Eucaristia. Os discípulos estavam dentro do cenáculo acovardados e Jesus sopra sobre eles e diz: “Recebeis o Espírito Santo!” e com isso, eles têm a coragem para sair daquele lugar fechado e começarem a pregar, louvar e bendizer a Deus em uma língua que era compreendida por todos os povos – a linguagem do amor.

Muitas vezes nós também nos acovardamos e ficamos fechados em nosso mundo, com medo até de nossas realidades interiores, porque muitas vezes nós não tomamos consciência do Espírito Santo dentro de nós.

Papa Paulo VI, falava da civilização do amor, algo que não é impossível de se realizar se partir de nós esta iniciativa começando pela santidade na família, porque tudo começa na família. O Espirito Santo é mais poderoso que uma bomba atômica, ou seja, é a bomba atômica do bem e do amor.

Portanto, se sua família estiver em crise, peça o Espírito Santo porque Deus é um Deus poderoso e o único Deus. Madre Tereza manifestou a força do Espirito Santo do seu modo. De qual modo você manifestaria a força do Espírito Santo? Peça isso a Ele que Ele lhe revelará.

Ascensão do Senhor – 2022


Domingo, 29 de maio.

Jesus sobe aos céus, mas permanece conosco em nossos corações. E como podemos mostrar para as pessoas que Jesus Cristo permanece em nossos corações? Fazendo o bem, confiando Nele e seguindo seus ensinamentos.

As vezes caímos, pecamos e erramos, mas aí entra o perdão de Deus quando nos arrependemos e aceitamos sua correção, e com isso aprendemos a sempre nos levantar.

Vocês já perceberam ultimamente como o brasileiro dirige mal? apesar de serem adultos, não consideram o direito do outro, não respeitam os limites de velocidades, nem as faixas de ônibus e os motoqueiros não respeitam os faróis vermelhos.

Os pedestres não utilizam as faixas de pedestres e nem andam nas calçadas, tem casal que faz questão de sentar bem próximo um ao outro em ambiente público na época de pandemia e as pessoas não agradecem mais.

Um modo de fazermos o bem é simplesmente não agirmos assim. E é nessas situações que somos chamados a amar Deus.

Padre Manoel em sua homilia citou a passagem dos discípulos de Emaús que saem de Jerusalém desanimados por causa da morte de Cristo. E Jesus aparece a eles questionando a causa deste desânimo.

Jesus os reponde desta maneira: “Como vocês são tardos! (ou seja, lerdos)” e no final da tarde, quando Jesus parte o pão, os discípulos de Emaús reconhecem que aquele homem é Cristo.

Depois disso, sem medo algum, estes discípulos vão à Jerusalém anunciar aos apóstolos, que estavam no cenáculo, que Jesus Cristo havia ressuscitado.

Pedro é quem vai confirmar que Jesus Cristo ressuscitou e, depois disso, Jesus leva os discípulos à Bethânia (que significa casa da misericórdia), na casa dos irmãos Marta, Maria e Lázaro, melhores amigos de Jesus, para fazer sua ascensão aos céus.

Antes disso, Jesus ordena aos discípulos a levarem adiante sua missão chamando-os de amigos, por isso somos vencedores quando nos tornamos amigos de Jesus e, ao mesmo tempo, chamados a levar sua missão adiante e a transmitir a nossos filhos seus ensinamentos.

Se colocarmos Deus em primeiro lugar em nossas vidas, Ele nos abençoará. Seria presunção da nossa parte dizermos que somos justos e santos, porque quem deve dizer isso são as pessoas que nos conhecem, ou melhor, toda a comunidade; apesar de nossos pecados, porque todos nós somos falhos.

Portanto, o modo de sermos reconhecidos como pessoas justas e santas é simplesmente fazendo o bem. Esperança, herança e santidade são os três pilares do imenso amor que Deus deixou para nós praticarmos o bem.

AVISOS:

Dia 31/05 (próxima terça -feira), às 20h30 no Salão de Festas do SPFC,
palestra com Pe manoel sobre a Santidade da família e na Família.
Tragam 1k de alimento não perecível.

2º Domingo da Páscoa – 2022


Domingo, 24 de abril.

Hoje estamos na oitava de Páscoa, totalizando os 8 dias de festa pascal. Somente três festas têm a oitava durante o ano: a Páscoa, o Natal e Pentecostes.

É uma tradição judaica celebrar 8 dias de festas, tanto é, que na época de Cristo, os judeus comemoravam as festas de casamento durante 8 dias, por isso que na Bodas de Canaã faltou vinho.

Jesus Cristo Ressuscitou vencendo a morte e o pecado. Por isso somos cristãos porque cremos na ressurreição e não na reencarnação, já os espíritas, por mais que sigam os ensinamentos de Cristo, nunca serão cristãos porque acreditam na reencarnação.

O que significa viver a ressurreição nas nossas próprias vidas? Significa que nossas vidas deve ser um sinal de Cristo ressuscitado, mas quando estamos diante do pecado, a ressurreição vai por água abaixo. A ressurreição não é um dado para depois da morte, mas sim para agora.

Vivemos como um ressuscitado? somos capazes de vencermos as mortes diárias, como os fracassos do dia-a-dia? Se tivermos fé sim, venceremos a morte existencial. A ressurreição é a capacidade de entramos na morte e sairmos da mesma.

Somos seres humanos, por isso precisamos de alguém que, sendo ser humano, entrou na morte e saiu vitorioso. Por isso ser cristão é, além de tudo, uma necessidade existencial. Devemos persistir na fé.

São Paulo é um grande exemplo de persistência na fé, além de sofrer inúmeras rejeições durante sua vida de pregação,  foi, por último, decapitado e antes disso ainda escreveu para uma comunidade: “Combati o bom combate, terminei a carreira e guardei a fé! O que resta agora é coroa conquistada por Jesus.” E continua: “Sei em quem coloquei a minha esperança!”

Devemos aceitar a nossa cruz porque sabemos que não estamos sozinhos. Jesus Cristo não é um Deus qualquer é, além do mais, o único Deus, que se encarnou como nós, foi solidário conosco porque sofreu como nós, pagou pelos nossos pecados se entregando na Cruz  e venceu a morte para que fossemos libertos.

Só podemos amar o próximo se tivermos a vida plena dentro de nós, e essa vida plena é a nossa ressurreição. Crer em Jesus Cristo é permitir que Ele nos liberte das mortes para que ressuscitemos com Ele para esta vida nova.

O evangelho de hoje fala sobre a fé de São Tomé. Após a ressurreição de Cristo os discípulos disseram a Tomé que viram o Senhor e São Tomé disse que só acreditaria se o visse e se tocasse em suas feridas. Logo Jesus aparece a Tomé e diz: “A paz esteja convosco!”

Tomé pede para tocar as mãos e o lado de Jesus. São João tem o cuidado de dizer no evangelho que São Tomé é gêmeo, porque o gêmeo de Tomé somos todos nós, que só acreditamos vendo. Feliz aquele que acreditou sem ver.

Como é que podemos crer em Jesus? através de suas obras, pelos sinais concretos e visíveis daquilo que Ele fez e faz ainda hoje através de nós. O bem que fazemos, a caridade e o amor ao próximo é um sinal de Jesus Cristo Ressuscitado.

AVISOS:

Inscreva-se nesse link:
https://forms.gle/bdX4yAQVoiqKcgVg9

Páscoa do Senhor – 2022


Domingo, 17 de abril.


Chegamos ao ápice da quaresma depois de 40 dias na tentativa de se converter, vivenciando o jejum, a esmola e a caridade. No domingo passado, com os ramos, saudávamos a entrada de Jesus em Jerusalém. Naquela época, este mesmo povo que saudou Jesus, também o condenou na cruz.

Padre Manoel em sua homilia ressaltou que nós católicos temos uma maneira de ler a sagrada escritura diferente de nossos irmãos protestantes, porque nós a lemos a partir da celebração da própria Palavra, pois participar de uma celebração é vivenciar uma realidade em que Cristo vence a morte e o pecado, por isso a morte não tem poder sobre nós.

Jesus veio para nos mostrar que assim como Ele, somos feitos para a vida eterna. Por isso daqui a alguns dias celebraremos a ascensão de Cristo aos céus, que se revelará aos discípulos como ressuscitado.

Jesus, depois de ressuscitado, não voltou somente para caminhar com os discípulos, mas sim para caminhar com todos nós. Pois se não acreditarmos na ressurreição, iremos nos apegar as coisas do mundo, que de nada adiantará se nesta vida tudo é passageiro.

Deus não condena o materialismo, só não quer que sejamos escravos e idolatras. Veja a história do povo de Israel, bastou ter um pouco de prosperidade para começar a desviar o olhar de Deus e a adorar os ídolos daquela época. Deus não se afasta das pessoas, é o pecado que afasta as pessoas de Deus. E Deus não castiga, Ele educa, Deus é como um pai que corrige seu filho e se o filho não aceita a correção do pai, ele não é filho. E é através de nossas escolhas que determinamos nossas vidas, por isso não devemos ter uma visão negativa das coisas porque Jesus nos chama a fazer um upgrade em nossas vidas.

Na quinta feira Santa, Jesus, através da da Instituição da Eucaristia, demonstrou que quer estar sempre com os discípulos e sempre conosco, Ele não nos abandonou, por isso deixou a Eucaristia, deixou a Missa para nós, porque sabia que iríamos esmorecer na caminhada. Depois, na sexta feira-santa, Ele demonstrou que, este dom supremo de Amor manifestado através de um sinal tão simples como um pedaço de pão e um pouco de vinho, de forma nua e crua deu sua vida por nós se entregando na cruz tomando sobre si nossas culpas e nossos pecados.

O discípulo cristão é aquele que faz o que o mestre faz, no evangelho de São João Jesus vai dizer “Quem crer em mim fará as obras que eu faço e ainda maiores do que essas”. Por isso devemos pedir assim: “Senhor eu creio mas aumenta a minha fé!” Jesus não morreu por nós para sermos simples cristãos que vem a Missa só para cumprir obrigação, mas para sermos grandes, sermos  luz no mundo. Deus quer que sejamos capazes de tomarmos sobre nós os pecados de nossos irmãos, amando o próximo e principalmente nossos inimigos.

Nossa limitação humana não nos capacita de assumirmos a cruz de nossos irmãos, mas quando experimentamos o amor de Deus, Jesus nos dá forças para sermos capazes. E é através de nossas falhas que conseguimos entender suas fraquezas e dar a vida por eles.  Pois não há amor maior do que aquele que deu a vida pelo seu irmão.

O cristão dá a vida pelo irmão porque sabe que terá a vida plena, assim como Jesus sabia que, depois de se entregar na cruz, teria a vida plena. Portanto devemos saber que, se com Cristo morremos, com Cristo viveremos!

AVISOS

Solenidade de São Paulo Apóstolo – 2022


Terça-Feira, 25 de janeiro.


Neste dia, além de comemorarmos 92 anos de inauguração do clube e 468 anos da fundação da cidade, também comemoramos a conversão do apóstolo São Paulo. Primeiramente é importante sabermos quem foi Saulo de Tarso, que depois Deus o nomeia como Paulo. Saulo de Tarso foi um judeu muito zeloso que viveu em Tarso, aprendeu as leis aos pés do grande rabino Gamaliel. Saulo era fabricante de tendas, de classe média alta, homem de posses e dupla nacionalidade: romano e judaica.

Saulo não era tão bom como a gente imagina, era um homem terrível e fanático onde para ele a lei estava acima de tudo, sem medir esforços para que a mesma fosse aplicada, a ponto de perseguir e matar. Saulo tinha um ódio tremendo dos cristãos o qual redundava em suas mortes. É este homem quem vai até Damasco para condenar e julgar os cristãos até a morte e no caminho vê uma luz, cai por terra e ali tem uma experiência de Jesus Cristo onde este diz: “Saulo, por que me persegues?” e Saulo pergunta: “Quem és tu?” e Jesus responde: “Eu sou aquele que você persegue!”

Depois disso, Saulo começa um processo de conversão, por isso hoje nós celebramos este momento. Levou um tempo para Saulo absorver toda esta nova realidade, de um homem terrível, para um anunciador da boa notícia. Não só Saulo foi chamado a ter uma experiência do amor de Deus, mas todos nós também somos chamados a uma experiência transformadora. Por isso aquele velho ditado popular: “pau que nasce torto morre torto”, não serve para nós porque não devemos cansar de buscar a nossa conversão.

Quando colocamos Deus no centro de nossas vidas, não precisamos ser carolas, porque os cristãos estão no mundo mas não são do mundo, os cristãos comem com os pagãos, repartem as mesas com os pagãos, se vestem como os pagãos, estabelecem relações comerciais com os pagãos, mas não são pagãos. Hoje precisamos de homens e mulheres que, encontrando seus sentidos de vida, assim como Paulo encontrou (e não mais um sentido em mero cumprimento de uma lei), lutem a ponto de transformar e trazer vida às pessoas. Por isso Paulo, para nós, é um grande testemunho de homem que deu a sua vida por um ideal eterno.

Estar a serviço de Deus não é algo piegas, estar a serviço de Deus é estabelecer os relacionamentos a partir de convicções e de uma ética que não é mundana, porque com cristo somos mais que vencedores. São Paulo transformou toda a igreja e toda sua história, por isso ele é lembrado até hoje e, como São Pedro, é uma das colunas da Igreja Católica . A conversão de São Paulo deve ser para todos nós um momento para refletirmos de como podemos usar nossas vidas como instrumento de Deus para o bem do outro.

Portanto, colocar Deus no centro de nossas vidas, ou mesmo deste clube, é fazer com que aqueles valores que acreditamos e que lutamos por eles sejam para nortear nosso modo de ser e de agir (de convivência fraterna), aqui neste clube e fora deste clube. Um exemplo disso foi a maravilhosa ação de solidariedade do clube com as vítimas das enchentes na Bahia, mostra que o clube extrapola seus limites. Peçamos também a Deus pela nossa cidade para que não seja apenas conhecida pelo seu progresso e sim uma cidade mais humana onde haja espaço para todos.

Solenidade da Santíssima Trindade – 2021


Domingo, 30 de maio.

A Santíssima Trindade é um modo de sermos cristãos no mundo. Devemos fazer o Sinal da Cruz com muito respeito, dignidade e veneração. Em grego o significado da Santíssima Trindade é: dentro do Pai, dentro do Filho e dentro do Espírito Santo; é como se começássemos a oração sendo introduzidos no coração do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Somos homens e mulheres trinitários por causa do nosso batismo, logo nos tornamos anunciadores da boa nova. O primeiro elemento fundamental que a Santíssima Trindade nos ajuda a viver é: amar a Deus sobre todas as coisas (a base de toda religião judaica e de toda religião cristã).

O monte é um lugar de experiência com Deus, pois há Deus como o nosso que conversa conosco? Qual Deus que se fez homem e veio ao nosso encontro? Ninguém está acima de Deus. Este único Deus se manifesta através de três pessoas.

O Pai é o criador, Jesus Cristo é o redentor, que nos liberta das amarras do pecado, e o Espírito Santo é o santificador. Portanto Eles se tornam um no AMOR.

Colocar Deus em primeiro lugar em nossas vidas significa amar o próximo, inclusive nossos inimigos, pois ninguém faz parte de nossas vidas por acaso, porque o Amor de Deus não é um amor egoísta e individualista. Por isso devemos compartilhar este amor com os nossos irmãos.  Se eu amo Deus que não o vejo, eu também sou chamado a amar meus irmão que os vejo, inclusive nas suas particularidades porque ele é necessitado do amor de Deus.

Na direção humana o sacramento do matrimônio se estende à realidade da Santíssima Trindade de forma prática, onde duas pessoas (homem e mulher), se unem a Deus formando um amor trinitário. E o fruto deste amor são os filhos, ou seja, somos chamados a gerar filhos para Deus – a procriação espiritual, para que os filhos também possam experimentar este amor trinitário também chamado de família.

Na igreja, este amor trinitário também se refere à comunidade cristã, ou seja, o cristão católico é aquele que também reconhece que pertence a uma comunidade onde ele se identifica e que cada individuo faz parte de um corpo, que é corpo de Cristo.

Temos um desafio imenso de levar a palavra de Deus, a muita gente que não conhece Jesus Cristo, através de nossas atitudes, testemunhos, serviços e exemplos cristãos.

AVISOS

Foram doados mais ou menos 6400 cobertores, pelos paroquianos da comunidade de Santa Suzana, para os moradores de rua do município de São Paulo, que por consequência da pandemia, aumentou muito o número de moradores de rua que perderam seus negócios, trabalho e até suas próprias casas. A caridade também é uma dimensão da Trindade Santa.

Solenidade de Pentecostes


Domingo, 9 de Junho.


Quando chegou o dia de Pentecostes os discípulos estavam todos reunidos no mesmo lugar juntamente com Maria e receberam o Espírito através de uma forte ventania. Então começaram a falar em outras línguas e todos os que se aproximavam puderam entender tudo o que os discípulos diziam, mesmo cada um em sua língua, as maravilhas de Deus.

Ao anoitecer daquele dia, os discípulos se mantiveram orantes naquele lugar. Então Jesus veio ao encontro deles, os abençoou e lhes disse: “A paz esteja convosco. Como o Pai me enviou, também eu vos envio. A quem perdoardes os pecados, eles lhes serão perdoados; a quem não os perdoardes, eles lhes serão retidos.”

No final da Missa, as crianças da Catequese se reuniram em volta da árvore, onde cada um colocou o fruto do Espírito Santo; já em cada fita, estava escrito o dom do Espírito Santo: Fortaleza, Sabedoria, Temor a Deus, Piedade, Entendimento, Ciência e Conselho.

“Quando permitimos que o Espírito Santo venha em nosso favor, auxiliando em nossa limitação humana, Ele mesmo faz com que sua graça opere em nós”. Mikaela Tavares.

Solenidade da Ascensão do Senhor -2019


Domingo, 2 de Junho.


Estamos terminando o Tempo Pascal com a Ascensão do Senhor Jesus Cristo.

Antes de subir aos Céus, Jesus ordenou seus discípulos a não se afastarem de Jerusalém, porque em poucos dias seriam batizados com o Espírito Santo para serdes suas testemunhas.

Jesus estava num lugar de destaque no coração dos discípulos, então ficaram sempre no Templo bendizendo a Deus.

Padre Manoel durante a homilia pediu às crianças para abençoarem seus pais, seus coleguinhas e outros adultos, assim como Jesus abençoou seus discípulos. Padre Manoel também ressaltou que não há maior benção dada a um filho que não seja de seus pais, e que os filhos devem manter o costume de lhes pedirem a benção.

Durante a comunhão, Padre Manoel abençoou as crianças como de costume, e no final da Missa, houve um momento lindo durante a entrega da Capelinha, e a sorteada foi a coroinha Laís.


Um ano de Blog da Comunidade São Paulo Apóstolo.

Um ano se completou de muitas bençãos, reflexões, e registro das atividades espirituais em nossa comunidade. Agradeço ao apoio de todos, em especial ao José Augusto e sua esposa Nilsen pela iniciativa e inspiração divina; ao Pároco Manoel, à direção do SPFC e àquele que me deu força, Cristo Jesus, nosso Senhor, pela confiança que teve em mim a designar-me para o seu serviço. Tim 1,12

DOMINGO DA PÁSCOA DO SENHOR – 2019


Domingo, 21 de abril.

JESUS RESSUSCITOU VERDADEIRAMENTE!! ALELUIA!!

O que é preciso para que o amor dure para sempre? partilhar o amor é uma delas. Jesus nos amou tanto para que este mesmo amor perdurasse por toda a vida, começando pelos discípulos.

O maior exemplo de amor é o perdão, Maria Madalena foi a discípula quem mais amou Cristo que a perdoou de todos os seus pecados.

Através deste gesto de amor incondicional Ágape,  Maria Madalena semeou o Amor a pedido de Cristo: “Ide e anunciai o  Evangelho!” –  isto sim é um gesto de Amor, prova que o Amor vence, mesmo que nos custe a vida. A luz se consome, mas a Luz de Deus, em nós, não deve ser apagada.

Nossa família Cristã é chamada a ser luz, e assim estaremos perpetuando a ressurreição de Cristo em nossos corações e de nossos irmãos em Cristo.

Padre Manoel ressaltou no final de sua homilia: “não retribuamos o mau com o mau, mas o mau com o bem!”

Após a comunhão, Padre Manoel abençoou as crianças e em seguida a Célia do Sérgio distribuiu chocolates em um gesto de confraternização em comemoração à Pascoa.

RALLY BÍBLICO, com Padre José Bortolini:

Será no dia 28 de Abril, Domingo, às 14h no Salão Paroquial da Matriz Santa Suzana. Desta vez, o escopo de estudo será – Lucas 9, 51 a 19,27 (Evangelho de São Lucas Cap.9 Versículo 51 a Cap. 19 Versículo 27). Grupos de 3 a 5 pessoas e as inscrições já estão abertas pelo formulário: https://goo.gl/forms/8YZ7Aa2vtn9FmoOy1

Venham participar! Esperamos vocês!