Solenidade de São Paulo Apóstolo – 2022


Terça-Feira, 25 de janeiro.


Neste dia, além de comemorarmos 92 anos de inauguração do clube e 468 anos da fundação da cidade, também comemoramos a conversão do apóstolo São Paulo. Primeiramente é importante sabermos quem foi Saulo de Tarso, que depois Deus o nomeia como Paulo. Saulo de Tarso foi um judeu muito zeloso que viveu em Tarso, aprendeu as leis aos pés do grande rabino Gamaliel. Saulo era fabricante de tendas, de classe média alta, homem de posses e dupla nacionalidade: romano e judaica.

Saulo não era tão bom como a gente imagina, era um homem terrível e fanático onde para ele a lei estava acima de tudo, sem medir esforços para que a mesma fosse aplicada, a ponto de perseguir e matar. Saulo tinha um ódio tremendo dos cristãos o qual redundava em suas mortes. É este homem quem vai até Damasco para condenar e julgar os cristãos até a morte e no caminho vê uma luz, cai por terra e ali tem uma experiência de Jesus Cristo onde este diz: “Saulo, por que me persegues?” e Saulo pergunta: “Quem és tu?” e Jesus responde: “Eu sou aquele que você persegue!”

Depois disso, Saulo começa um processo de conversão, por isso hoje nós celebramos este momento. Levou um tempo para Saulo absorver toda esta nova realidade, de um homem terrível, para um anunciador da boa notícia. Não só Saulo foi chamado a ter uma experiência do amor de Deus, mas todos nós também somos chamados a uma experiência transformadora. Por isso aquele velho ditado popular: “pau que nasce torto morre torto”, não serve para nós porque não devemos cansar de buscar a nossa conversão.

Quando colocamos Deus no centro de nossas vidas, não precisamos ser carolas, porque os cristãos estão no mundo mas não são do mundo, os cristãos comem com os pagãos, repartem as mesas com os pagãos, se vestem como os pagãos, estabelecem relações comerciais com os pagãos, mas não são pagãos. Hoje precisamos de homens e mulheres que, encontrando seus sentidos de vida, assim como Paulo encontrou (e não mais um sentido em mero cumprimento de uma lei), lutem a ponto de transformar e trazer vida às pessoas. Por isso Paulo, para nós, é um grande testemunho de homem que deu a sua vida por um ideal eterno.

Estar a serviço de Deus não é algo piegas, estar a serviço de Deus é estabelecer os relacionamentos a partir de convicções e de uma ética que não é mundana, porque com cristo somos mais que vencedores. São Paulo transformou toda a igreja e toda sua história, por isso ele é lembrado até hoje e, como São Pedro, é uma das colunas da Igreja Católica . A conversão de São Paulo deve ser para todos nós um momento para refletirmos de como podemos usar nossas vidas como instrumento de Deus para o bem do outro.

Portanto, colocar Deus no centro de nossas vidas, ou mesmo deste clube, é fazer com que aqueles valores que acreditamos e que lutamos por eles sejam para nortear nosso modo de ser e de agir (de convivência fraterna), aqui neste clube e fora deste clube. Um exemplo disso foi a maravilhosa ação de solidariedade do clube com as vítimas das enchentes na Bahia, mostra que o clube extrapola seus limites. Peçamos também a Deus pela nossa cidade para que não seja apenas conhecida pelo seu progresso e sim uma cidade mais humana onde haja espaço para todos.

29º Domingo do Tempo Comum – 2021


Domingo, 17 de outubro.

Bodas de Prata da Paróquia de Santa Suzana – 25 anos

“Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo!” – diz o salmista.

Na primeira leitura, tirada do livro do profeta Isaias, no momento em que o povo de Israel estava sofrendo a perseguição na Babilônia, este profeta teve que animar este povo dizendo: “Vou narrar os feitos do Senhor, tudo aquilo que Ele fez por amor ao seu povo!” Então o profeta Isaias clama e glorifica o Senhor por tudo aquilo que Ele Fez.

Hoje celebramos 25 anos de criação da Paróquia de Santa Suzana, fundada na região do Morumbi.

Padre Manuel, além de Pároco da Paróquia de Santa Suzana e Capelão da Comunidade São Paulo Apóstolo é Vigário Episcopal das 15 Paróquias da região do Morumbi e de mais 14 Paróquias do Município de Taboão da Serra. Deus quis que nesta região formasse uma Igreja e a partir desta Igreja, este povo pudesse encontrar-se com Deus e com os irmãos. A paróquia é uma comunidade onde os fiéis podem encontrar não somente o alimento da palavra, mas também se relacionar em uma comunidade de irmãos.

Nós temos a graça de poder celebrar as Missas dentro do Clube, pois o SPFC é o único clube que tem missas regulares aos domingos. Nestes 25 anos tivemos muitos momentos em que Deus se fez presente, no início Padre Manoel celebrava as Missas em condomínios e em casas de famílias aos redores do terreno, doado por Natalia Neumann e seu marido judeu, onde se iniciou a construção da capela Imaculada Conceição em 1997.

Aliás a Paróquia de Santa Suzana tem uma estreita ligação com Judeus, quem fez o vitral da Imaculada Conceição foi uma artista judia, a matriz da nossa Paróquia está na rua David Bem Gurion, nome do primeiro presidente de Israel, alguns judeus tem nos ajudado na construção da Caritas e atualmente temos outro judeu ajudando a Caritas com projetos profissionalizantes. É uma grande alegria para nós desfrutarmos desta pareceria.

Padre Manoel ressaltou que foi muito bem acolhido no SPFC quando celebrou a Missa pela primeira vez no clube em 1996 e que sempre teve excelentes relações com a diretoria e a presidência. Nestes 25 anos tivemos irmãos e irmãs da paróquia que já faleceram e que tiveram trabalhos muito importantes em prol da comunidade, pois a eles só temos a agradecer e que Deus possa acolhê-los em seu coração. Quantas crianças e jovens que fizeram catequese, foram crismados e batizados e que hoje são adultos e participam da comunidade. Somos uma comunidade viva que vai se manifestando no anúncio da palavra de Deus e no testemunho de vida cristã.

Na segunda Leitura São Paulo fala na carta aos coríntios: “Em vós não falta dom algum!” pois Deus nos deu tudo o que precisamos para sermos felizes. Por isso é importante também percebermos, na nossa história, as ações de Deus, onde Ele atuou de forma concreta em nossas vidas e o que nos marcou, assim como um memorial. A Eucaristia também é um memorial, é a marca de Jesus Cristo no meio de nós, pois Deus nos ama tanto que quis deixar um sinal de que Ele está sempre presente conosco, mas que Ele também nos deixa sinais e por isso não devemos esquecer de agradecer e louvá-lo pelas nossas vidas, inclusive pelas dificuldades que passamos, pois elas também podem nos ajudar a aperfeiçoarmos e a crescermos na fé.

Devemos ser no mundo a beleza de Deus, a palavra viva de Deus, os olhos de Deus. Esta é nossa missão que Ele nos deu, de sermos luz através dos memoriais, ou seja, dos sinais que Deus colocou em nossas vidas.

AVISOS:

22º Domingo do Tempo Comum – 2021


Domingo, 29 de agosto.


Neste domingo, retomamos o evangelho de São Marcos, onde Jesus, no Mar da Galileia, recebe uns fariseus que vieram de Jerusalém para colocá-lo à prova. Um autentico Judeu é aquele que segue os mandamentos dos 5 livros do antigo testamento, a Torah. Por isso existe uma festa muito bonita na tradição judaica para celebrar este livro, onde os judeus pegam os rolos da torah e dançam com eles como se fossem uma esposa, tal é a alegria deste povo com a palavra de Deus.

Já os cristãos católicos não têm o hábito de ler a palavra de Deus, em família, no trabalho, nas suas atividades etc, a maioria só escuta a palavra de Deus na Missa, e olhe lá. Já, nossos irmãos protestantes são muito mais assíduos na leitura da palavra, fato que deveria ser copiado pelos católicos, fazer com que a palavra de Deus possa permear e nortear suas vidas.

Jesus como um bom Judeu não veio para abolir a lei, mas para dar cumprimento a ela; e como Jesus cumpre esta lei? na dimensão do amor. Jesus não é um doutor moralista da lei, Ele resume a lei em dois mandamentos: Amar a Deus como todas as coisas e amar ao próximo como Ele nos amou.

No evangelho de hoje, Jesus não critica o rito dos judeus em lavar as mãos antes da refeição, Jesus alerta os fariseus de ficarem preocupados apenas com o rito exterior do que com o rito interior, ou seja, esquecem que a maior impureza está dentro de seus corações. De nada adianta o homem purificar as mãos se o seu coração está impuro. Jesus chama isto de hipocrisia. Para Jesus, nosso grande problema está em querer representar aquilo que de fato não somos.

O problema da sociedade moderna também é o da hipocrisia, pois está sempre exigindo de nós algo que não somos. É fato que em alguns momentos precisamos nos mascarar, mas o problema é quando tomamos gosto daquilo que não somos. O Cavaleiro Preso Na Sua Própria Armadura é um ótimo livro que retrata bem esta realidade (John Fisher). Para Deus, nós não precisamos de máscaras para viver, pois Ele nos ama do jeito que nós somos, porque somos seu reflexo, portanto devemos ser autênticos naquilo que Ele nos pede.

Deus quer que vivamos a Religião na autenticidade, sem precisar mendigar afeto ou amor, porque Jesus nos ama tanto que se entendêssemos isso,  daríamos amor, ao invés de sugar a atenção do próximo.

Na carta de São Tiago, na segunda leitura de hoje, ele diz: “Recebei com humildade a palavra que vos foi implantada e que é capaz de salvar e dar vida!” Padre Manoel ressaltou em sua homilia que a palavra nos foi dada em nosso batismo e que quando temos a palavra de Deus em nossos corações, temos a vida em plenitude, ou seja, a salvação. A palavra de Deus nos norteia, nos dá ânimo e nos corrige para que vivemos de acordo com a vontade de Deus.

Se a palavra de Deus nos dá vida e salvação, não devemos ser meros ouvintes da palavra, mas praticantes, porque somos obras primas de Deus, por isso não precisamos nos maquiar para sermos amados, basta darmos testemunhos cristãos de nossas vidas. “Os Verdadeiros adoradores são aqueles que adorarão em Espírito e em Verdade!”

Hoje Celebramos a solenidade de Santa Suzana

Santa Suzana foi uma jovem prometida em casamento ao General Galério, oferecido pelo Imperador Romano Diocletiano em meados dos anos 295 DC. Diocleciano queria a hegemonia de seu império e Suzana era sua única parente mulher e assim formaria a famosa tetrarquia romana. Suzana que veio de uma família cristã tinha um pai que se tornou padre quando viúvo e um tio Papa, sua casa era uma das primeiras igrejas domésticas da época, por isso Suzana tinha convicções e valores cristãos.

Diocleciano quis que Suzana fosse imperatriz do império Romano ao se casar com Galério, desde que ela adorasse ao Deus Júpiter, logo Suzana se nega a praticar este ato pagão e com isso é decapitada junto a seu pai e seus irmãos. Seu tio Caio tenta fugir para as catacumbas, mas depois é pego e também morto. Santa Suzana foi autentica, pois aquilo que ela acreditava, era aquilo que ela também vivia.

Avisos:

Próximo domingo, como todo primeiro domingo do mês, à partir das 9h30, Padre Manoel realizará confissão individual no Salão de Festas do Clube.

19º Domingo do Tempo Comum – 2021


Domingo, 08 de agosto.

MISSA DO DIA DOS PAIS

Na liturgia católica é muito importante fazer memória, porque na missa fazemos memória do corpo e sangue de Cristo: “Fazei isto em memória de mim!”, foi o que Jesus Cristo disse na última ceia aos discípulos. O maior dom que Jesus Cristo realizou, foi dar sua vida para a remissão dos nossos pecados.

Graças a Jesus Cristo é que passamos a entender Deus como nosso pai, assim como na oração do Pai nosso. Pai no sentido bem próximo, como se fosse papai nosso. Os pais são chamados a serem imagem e expressão do Pai do céu para seus filhos, por isso os pais são capazes de entregar suas vidas pelos seus filhos, mesmo que tenham que corrigi-los, porque no momento inicial, isto pode não ser agradável para os filhos mas depois agradecerão.

Na bíblia há muitas passagens que revelam que a paternidade é um dom sobrenatural porque ser pai é uma missão que o próprio Deus deu ao homem, pois o filho é fruto do amor de um pai e uma mãe. O pai é sempre chamado a exercer sua paternidade a partir de uma imagem, de um modelo, de nosso Pai que está no céu.

Peçamos a Deus que abençoe os pais de toda a humanidade para que possam receber a graça de exercer sua paternidade em suas respectivas famílias, transmitindo a fé aos seus filhos. Que os filhos possam seguir os exemplos dos pais em vida, na fé e na conversão.

Na primeira leitura, assim como no evangelho, fala do alimento, do pão, alimento essencial para a sobrevivência do ser humano. O alimento pode ser visto de forma biológica, para sustentar o corpo e dar energia, para não falecermos; e o alimento também pode ser visto como aspecto social porque comemos com o outro, pelo menos na tradição bíblica, judaica ou cristã, a refeição é sempre tomada em companhia de.

Hoje, devido a fast-foods, comemos sozinhos, sem socializar com o outro. Este ato serve muito mais para saciar o momento de fome do que se socializar.

Jesus quando deixou o maior sinal do seu amor para nós, foi através de uma refeição – a Ceia Pascal. O alimento além de nos favorecer a vivermos em comunhão, tem uma estética, e esta estética, faz com que o alimento não alimente somente o corpo, mas também a alma. Esta estética, no sentido religioso, significa que a refeição é sagrada.

Até em outras culturas, a refeição sempre teve uma conotação sagrada, portanto todo alimento tomado em um sentido estético e religioso, nos faz comparticipes de uma realidade sagrada, por isso toda refeição deve ser precedida com uma oração em agradecimento. Devemos bendizer àquele que concebeu o alimento para nós.

É Deus quem nos concede força para trabalhar e nos concede o sustento para que tenhamos o alimento sobre nossa vida, pois tudo é sagrado quando vem de Deus.

Na primeira leitura, Elias não suportava mais a perseguição, e cansado, encosta no deserto e pede para Deus tirar sua vida. E eis que chega um anjo trazendo pão e um jarro de água, dizendo: “Coma e beba!” Este alimento não era apenas material, mas sim espiritual, dando sentido a sua existência e caminhada. Significa que através deste alimento, Deus está dando forças para Elias ter fé para cumprir sua missão.

Fé é um processo de crescimento no conhecimento e na experiência de Deus, onde pouco a pouco vamos conhecendo Jesus Cristo e sentindo a necessidade de o aceitarmos em nossas vidas. “Quem come deste pão terá a vida eterna!” “Sede bons uns para com os outros! Sede imitadores de Deus!” Portanto, devemos ser felizes com o hoje e não com a amanhã!

Oração em Homenagem aos Pais

Pai, Deus o constituiu par ser o melhor pai do mundo, não melhor do que todo mundo, mas o melhor para seus filhos e para sua família, por isso você é capaz de amar incondicional e infinitamente, capaz de apoiar, de orientar e encorajar seus filhos. E para que você pai não se perca nesta missão, que é bastante árdua sabemos, Deus deu o exemplo de pai para ser seguido – São José.

E olhando para São José em meio a tantos desafios pelos quais passamos hoje por causa da pandemia ou por outros problemas em relação à família, possam todos os pais encontrar em São José o seu amparo. Que todas as virtudes de São José, a obediência a Deus, a ternura com Maria e com Jesus, a preocupação com seu filho, ensinando uma profissão a ele, educando-o na fé, providenciando todos os cuidados necessários e sua prudência e coragem diante de ter que enfrentar.

Que estas virtudes sejam alcançadas por todos vocês pais e que, por intercessão de São José, sejam todos abençoados vocês que são os cuidadores do santuário da vida, nossas famílias. Amém

AVISOS:

Missa – Jubileu Presbiteral Do Padre Manoel – 25 Anos


13º Domingo do Tempo Comum

Domingo, 27 de junho.


Neste dia tivemos a graça de participarmos da comemoração dos 25 anos de sacerdócio do nosso querido Padre Manoel Corrêa Vianna Neto.

Em sua homilia, Pe Manoel destacou a importância do ato de amar e que foi uma grande alegria ter celebrado este jubileu com a comunidade reunida em comemoração aos seus 25 anos de sacerdócio, e que, mais importante ainda, é celebrar o dom da vida que Deus nos concedeu.

Como diz no livro da sabedoria, Deus não quer a morte e sim a vida. E por que existe a morte? porque o diabo, por inveja de Deus, colocou a morte no mundo. Mas Jesus veio a nós para que todos tenham vida e vida em abundância.

No evangelho tivemos o contexto de duas mulheres que estavam morrendo por causa de suas enfermidades. Jesus aparece na vida delas e realiza um ato miraculoso de vida.

No caso da hemorroísa, uma mulher que teve hemorragia por 12 anos e que ninguém conseguia curar, um dia escutou falar a respeito de Jesus. Para os judeus, o sangue é a vida, e a perda de sangue significa a impureza, ou seja, a morte. Então esta mulher era impura perante à sociedade, e se alguém na multidão a descobrisse que era impura, seria apedrejada até a morte.


E mesmo assim ela teve coragem de ir ao encontro de Jesus em meio à multidão apenas para tocar seu manto, pois ela tinha fé que somente aquele gesto seria capaz de curá-la. E Jesus percebeu, naquele momento, uma força saindo de si e perguntou à multidão: “Quem me tocou?”

Nos dia de hoje, tentamos curar nossos males com as seduções do mundo, e quanto mais fizermos isso, menos experimentaremos a felicidade, porque o homem moderno não é amado e não sabe amar, tornando-se enfermo de amor. Por isso acontece problemas de relacionamento conjugais, onde a mulher não cuida do marido e vice versa, problemas familiares, problemas no trabalho, problemas de concorrências desleais etc.

Não adianta colocar um exército de leis, se o coração do homem continuar enfermo. É o caso desta mulher que tomou uma decisão em sua vida de ser feliz com as coisas de Deus. Fé é a razão de eu entender o porquê que eu passei por esta situação e não por outra. Se você não tem fé, você começa a vivenciar uma grande frustração na sua vida se entregando à depressão ou vivenciar uma neurose de angústia, de medo etc.

A hemorroísa num ato de fé, se pronuncia em meio à multidão e responde a Jesus que foi ela quem tocou o seu manto. E Jesus diz: “A sua fé lhe curou!”

A fé é a condição básica para termos qualidade de vida, saúde, felicidade e realizações.

Já a filha de jairo, chefe da sinagoga, estava morta. Jesus pegou na mão da menina e disse: “Talitá cum” – que quer dizer: “Menina, levanta-te!” Ela levantou-se imediatamente e começou a andar, pois tinha doze anos. E todos ficaram admirados. Jesus recomendou com insistência que ninguém ficasse sabendo daquilo. E mandou dar de comer à menina.

AVISOS:

No próximo domingo dia 04/07, não haverá missa no clube por conta do jogo no estádio do SP.

Festa das Luzes – Apresentação do Senhor.

A cada ano litúrgico, a festa das Luzes encerra todas as festividades Natalinas depois de 40 dias do Natal.

O profeta Malaquias viveu 300 anos antes de Cristo, e em sua profecia dizia que Deus prometeria  ao provo de Israel enviar um Salvador, um Homem forte que purificaria os corações como o fogo que purifica o ouro.  E este Salvador viria para transformar o povo de Israel, para lhes dar uma nova vida – e esta profecia se cumpriu em Jesus Cristo.

O Salmo de subida a Jerusalém, diz:  “Ó portas levantai vossos frontões, elevais-vos bem mais alto antigas portas, a fim de que o Rei da Glória possa entrar!” O Rei da Glória é o nosso Senhor Deus onipotente, e o salmista nos convida a abrir uma antiga porta; o que é esta antiga porta?os corações ainda sem esperança e fechados para o amor. Têm pessoas novas com coração velho e pessoas velhas com coração jovem. Devemos sempre ter um coração jovem, cheios de esperança, ou seja, sempre pronto a se abrir à novidade, a Jesus Cristo.

Você já permitiu que Jesus, o Rei da Glória, pudesse entrar em seu coração? Se sim, você o permitiu ser capaz de fazer tudo novo em sua vida, uma obra nova. “Eis que faço nova todas as coisas!” Deus é capaz de recuperar nossos corações, em qualquer circunstância de nossas vidas, não importa o pecado, desde que nos arrependamos e nos propusermos a sermos dignos de seu amor, sendo fiéis e obedientes a nossa família e aos ensinamentos de Deus.

“Eis que estou à porta e bato! Se abrires a porta eu entrarei!” Jesus quer entrar na nossa vida.

Será que eu vou conseguir? Será que este caminho é o certo? Este é um drama muito comum, na vida de todos nós, gerado pela falta de confiança em Deus. E Jesus é a Luz que irá nos guiar nestes momentos de incertezas e escuridão. Basta darmos um passo, para começarmos a confiar na graça de Deus. Jesus não promete nada do dia para noite, porque tudo tem seu tempo e nada é por acaso, pois a persistência nos ajuda a amadurecermos na fé.

Dia das Mães – 4º Domingo da Páscoa 2019


Mês de maio, mês de Maria.

Domingo, 12 de maio.

Nossa Senhora é o modelo de todos os cristãos e modelo de maternidade.

Padre Manoel em sua homilia explicou a importância em sermos rebanhos de Deus, do Cristão reconhecer o chamado de Jesus como Pastor, e, obediente, segui-lo como ovelha. Infelizmente no mundo existem muitos falsos pastores “revestidos de ovelhas”, oferecendo coisas que não são do agrado de Deus, por isso a importância de reconhecermos Seu chamado, pois aquele que se considera ovelha de Deus, Jesus o considera como amigo. Sendo assim, ao comungarmos Jesus, não só fazemos com Ele Comunhão de Amor, mas também de amizade.

Jesus nos ama tanto que não permite que a gente se perca, pois Ele não se cansa de ir ao nosso encontro, por isso devemos obedecer o que Ele diz: “Quem deixar de acolher um irmão, deixará de acolher a mim mesmo”.

Obedecer nossas mães é como obedecer a Jesus que realizou seu primeiro milagre nas Bodas de Canaã a pedido de sua mãe.

Antes dos avisos finais a Célia fez uma homenagem às mães:

“Mãe é aquela que cuida, que ama, que põe limites e educa. É ela que nos encoraja quando chega a idade de irmos à escola, é ela que afaga, que nos põe no colo, que nos perdoa, que briga, que nos ensina o que é certo e que é justo; que nos faz ser gente de verdade, que nos ensina a rezar e nos mostra uma outra mãe quando não pode estar presente. Por mais simples que seja uma mãe, ela sempre será sábia. É sempre nela que a gente se refugia quando temos dúvidas, insegurança e medo, ou quando só queremos seu carinho.

Mãe é fonte de amor, que abre mão de seus sonhos para ver os nossos se realizarem. Com ela aprendemos que a vida é maravilhosa, aprendemos a enxergar nas pequenas coisas da natureza, a grandeza da criação de Deus. Dizem que mãe é tudo igual, mentira – existe mãe legal, mãe chata, mãe brava, mãe boazinha, mãe quadrada, mãe moderna, mãe alta e mãe baixinha. Há todo tipo de mãe, mas nenhuma é igual a minha. A minha é única e a de vocês também”.

E acrescentou: “Se tivéssemos mil vidas para passar todo amor que temos para nossos filhos e netos, ainda assim não ficaríamos satisfeitos, porque graças a Deus somos cristãos e teremos a vida eterna para vivenciarmos este amor infinito e por toda a eternidade”.

Depois desta homenagem, Padre Manoel sorteou um terço, cuja ganhadora foi a Célia; e em seguida, o sorteio de um escapulário feito pelas crianças da catequese para suas mães, cuja ganhadora foi a Lusia.

No final da missa, as crianças da Catequese se reuniram em volta da imagem de Nossa Senhora durante o canto da Coração e Consagração a ela, e logo depois, todas as mães foram abençoadas por seus filhos e presenteadas com um belo marcador de livro.


FESTA DO BACALHAU.

Jantar dia 28 de Junho (sexta feira), no salão paroquial (Rua David Ben Gurion 777). R$ 120,00 por pessoa. Crianças até 10 anos não paga.

Haverá 150 kilos de lombo de bacalhau com petiscos e Vinho Esporão Português.  E sorvetes e saladas de frutas de sobremesa.

Também teremos apresentação de danças típica do grupo de dançarinos portugueses da Casa de Portugal💃🏻.

Convites com a Célia em até 2x no cartão. Venham Participar😋😋!!!

Solenidade de Cristo Rei – 2018

Domingo, dia 25 de Novembro – dia do encerramento do Ano Litúrgico.

Jesus, por ser o Filho de Deus, é o Rei de toda a criatura, portanto todos aqueles que forem  batizados em nome de Deus, também serão filhos do Rei.

Devemos ser como Jesus cuja competência, atrelada ao amor, nos conduz à Santidade, por isso devemos confiar e sermos fieis a Ele para que as pessoas possam confiar e ser conduzidas por nós.

Antes da Missa tivemos Oficina de Natal com os catequizados, e cada aluno fez uma Coroa do Advento.

Próximo domingo se  inicia o Advento. A catequese acontecerá normalmente antes da Missa, e esta, será também  em intenção aos 10 anos de falecimento de Marcelo Portugal Gouvêa, ex-presidente do São Paulo. Advento é o primeiro tempo do Ano litúrgico – serão quatro domingos os quais antecedem o Natal.

Hoje também tivemos a graça de comemorar, os 16 anos de casamento de Luzia e Wellerson, pais do catequizando Gabriel; o aniversário da catequista Marina que não quis revelar sua idade rsrs, e também prestigiar os aniversariantes deste mês. Clique para o download de fotos.

Amparo Maternal: é uma Associação da Igreja Católica da Congregação de Santa Catarina para mulheres grávidas que não têm condições de pagarem por um Hospital para o acompanhamento do Pré Natal e para darem à luz a seus filhos. O Hospital é 100% gratuito,  saiba como ajudar: https://www.amparomaternal.org/quero-ajudar. Rua Loefgren, 1901 – Vila Clementino (próximo à Vila Mariana).

Dia 16/12 será a Missa de encerramento das atividades na Comunidade São Paulo Apóstolo que serão retomadas no feriado do dia 25 de Janeiro.

29º Semana do tempo comum – 2018


Domingo, 21 de Outubro

Meu Servo, o justo, fará justos inúmeros homens, carregando sobre si suas culpas, pois ele mesmo será provado em tudo como nós, com exceção do pecado. Jesus entrou no céu não com sangue de animais ofertados como sacrifícios, mas com  o próprio sangue para remissão de nossos pecados.

Tiago e João, filhos de Zebedeu pediram a Jesus: “Mestre, deixa-nos sentar um a tua direita e outro a tua esquerda, quando estiveres na tua glória?”; Jesus respondeu: “Não depende de mim conceder lugar a minha direita ou a minha esquerda; quem quiser ser o primeiro seja o escravo de todos”.

O Artista Litúrgico Cláudio Pastro, estava na fila de um transplante de fígado e disse uma vez que a doença o tornou mais forte. Assim é a dor, quando bem usada nos ajuda a superar o limite daquele “Salto com Vara”, ou seja, serve para nos fortalecer e para descobrirmos valores que de outra forma não descobriríamos. Portanto o sofrimento vem em nossa vida sem ser convidado, sendo uma ocasião ou desafio para superarmos.

Neste domingo do tempo comum, celebramos o Dia Mundial das Missões e também o Dia da Juventude! E hoje nossa Missa esteve mais cor de rosa!  Estamos vivendo a campanha do Outubro Rosa!! Tivemos a presença da diretoria feminina e queremos agradecer Elisabete e Lucilei por trazer mais uma vez esta campanha tão importante para nosso clube.

É tempo de lembrarmos as mulheres e toda a sociedade a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. Rezemos então por todas as mulheres que estão vivendo a luta contra essa doença.

Solenidade de Santa Suzana

Domingo, 26 de Agosto.

“Quanto a mim e minha Família, nós serviremos ao Senhor!”

Na primeira leitura: Josué convoca os anciãos do povo, sacerdotes e magistrados, para lhes apresentar duas opções: Seguir aos deuses pagãos ou ao Deus Verdadeiro. Escolheis hoje a quem ireis servir? pois qualquer escolha que fizermos, algo terá de ser renunciado.

“Nós somos aquilo que nós escolhemos”, e Santo Agostinho reforçou: “Nós somos aquilo que amamos!”

Santa Suzana renunciou ao deus Júpiter – o deus pagão, para servir somente ao Deus verdadeiro, e esta escolha lhe custou a vida ao negar-se casa com Maxêncio Galério por ordem do Imperador Romano Diocleciano, uma vez que este casamento a tornaria futura imperatriz. Com isso Santa Suzana se tornou Mártir e Santa por realizar diversos milagres após sua morte.

Fotos da procissão partindo da Capela Imaculada Conceição ao Salão do Complexo Paroquial de Santa Suzana:

Fotos da Missa Solene:

Após a Missa houve a comemoração do aniversário natalício de Padre Antonio César:

Fotos da quermesse realizada um dia antes da Festa de Santa Suzana, na quadra esportiva do Complexo Paroquial de Santa Suzana:

VÍDEOS: https://www.youtube.com/channel/comunidadesaopauloapostolo

[toggle title=”HINO À SANTA SUZANA”]
1.Lírio puro, teu nome, Suzana, Açucena, assim se traduz.
Frágil, forte, com força humana, no martírio seguiste a Jesus.

Este povo fiel te venera e invocando levanta a voz;
Te pedimos, visita esta terra, junto a Deus intercede por nós!

2. O poder que este mundo reveste inebria, fascina, seduz.
Tu, porém, bem maior escolheste: viver sempre, somente em Jesus.

3. Bens, riquezas e todo esplendor, fama, jóias, o mais fino ouro. Recusaste por não ter valor, pois Jesus foi teu grande tesouro.

4. Para os jovens és força e virtude, pois tão jovem venceste, afinal. Alcançar, mesmo na juventude, a vitória do bem sobre o mal.

5. Aos adultos ensinas que a vida não se mede por sua extensão.
É o fruto maduro a medida que dá à vida sabor, duração.

6. Aos idosos tu és confiança de sem véus poder contemplar
Tudo aquilo que foi esperança nesta terra, em seu caminhar!
[/toggle]

[toggle title=”HINO PARA UMA VIRGEM E MÁRTIR”]
Ó mais suave dos hinos, entoe o povo de Deus.
Pois eis que hoje uma virgem, subiu à glória dos céus.
No exílio ainda na terra, já se entregava ao louvor;
virgem Suzana juntou-se aos Santos, nos mesmos hinos de amor.
A frágil carne domando, rosa entre espinhos floriu;
calcando as pombas do mundo, do Cristo os passos seguiu.
As suas preces ouvindo, Jesus nos dê sua mão,
sempre a guiar nossos passos para a celeste mansão.
Ao Pai e ao Santo Espírito, nós te adoramos Jesus:
Caminho estreito e seguro que a vida eterna conduz.
Santa Virgem Suzana em um grande temor,
morreu para o seu Deus por um gesto de Amor”
Bis

[/toggle]