33º Domingo do Tempo Comum – 2022


Domingo, 13 de novembro.

Hoje celebramos a última semana do tempo comum do calendário litúrgico da Igreja Católica, são 33 domingos e 34 semanas. O calendário civil é o Gregoriano que foi promulgado pelo Papa Gregório XIII em 1582. Antes dele o que valia era o calendário juliano que foi instituído pelo ditador romano Júlio Cesar no ano 46 antes de Cristo.

Posteriormente países oficialmente católicos, como Espanha e Portugal, aceitaram utilizar o calendário gregoriano na legislação do Estado. Com o tempo, países de denominação protestante como Alemanha e Inglaterra, foram aderindo ao calendário civil e, em 1924, a China acabou aceitando-o por conta de todos os países do mundo o utilizarem.

Com isso a igreja católica foi fundamental na contribuição da ciência, da cultura e da sociedade. A cor verde, do tempo comum, simboliza a esperança na cultura ocidental porque depois do inverno brotam as folhas verdes na primavera. Pois o ser-humano precisa de esperança para viver, senão a vida perde o sentido.

Esperança é confiar em quem depositamos nossas crenças para vivermos as lutas de cada dia. No próximo domingo celebraremos a festa de Cristo Rei do universo declarado pelo Papa Pio VII onde o reinado de cristo supera todas as ideologias criadas por regimes totalitários.

Depois da festa de Cristo Rei vem o advento que é a preparação para celebrarmos o nascimento de Jesus que se encerra no dia 31 de dezembro.

A primeira leitura é do Livro do Profeta Malaquias, sendo o último dos 12 profetas menores, cujo conteúdo literário não passava de poucos capítulos, enquanto as escrituras dos profetas maiores chegavam a aproximadamente 80 capítulos; dizendo que o mal não terá chance de prevalecer na história e no coração da humanidade pois será queimado como palha na fornalha ardente.

Depois disso Deus se cala por mais de 300 anos, sendo uma angústia terrível para Israel, e Deus só volta a se manifestar através do profeta João Batista que testemunhou as profecias se cumprindo ao receber do Espírito Santo a revelação de que Cristo era o Messias. E João Batista revelou Jesus ao mundo.

Na segunda leitura São Paulo foi duro com os Tessalonicenses que achavam que bastasse cuidar das coisas Divinas que com isso Deus haveria de sustentá-los; mas não é bem assim, devemos ir atrás de nosso sustento para que Deus não nos deixe faltar o pão de cada dia.

Nos tempos de hoje a situação é contrária, muitos só se dedicam ao trabalho e não têm tempo para Deus, pois devemos agradecer pelo sustento e pelo nosso trabalho ofertando também nosso tempo a Deus.

No evangelho de hoje, Jesus se refere ao Templo que foi reformado por Herodes. Herodes, apesar de sua tirania, tinha uma virtude, ele era muito dedicado às construções de obras públicas que ainda subsistem. E para agradar os Judeus, Herodes se dedicou à reconstrução de um templo maior que o anterior, levando 46 longos anos para ser concluído.

No ano setenta, depois de Cristo, este templo foi completamente arrasado pelos romanos com 15 legiões de soldados. E Jesus vai dizer no evangelho: “Vós admirais estas coisas? Dias virão em que não ficará pedra sobre pedra. Tudo será destruído”.

Em 1917 nossa senhora, em Fátima, pediu para rezarem pela conversão do mundo e no mesmo ano ela anunciou que a 1ª guerra iria acabar e acabou. Nossa Senhora continuou a alertar que se a humanidade não se convertesse viria outra guerra pior e de fato veio, a 2ª guerra mundial. E continuou a dizer que se a humanidade ainda não se converter, a desgraça cairá sobre a humanidade.

Esta desgraça ainda não chegou, mas já estamos presenciando muito sinais que o Senhor Jesus Cristo descreve no evangelho, como por exemplo, povos se levantando contra outros povos, um país atacando outro país, grandes terremotos, fomes e doenças em muitos lugares. Mas não devemos ficar apavorados, é preciso que estas coisas aconteçam primeiro, mas não será logo o fim.

Em alguns lugares do oriente muitos cristãos, entre os 16 e 30 anos de idade, já estão pagando o preço com suas vidas por causa de suas crenças e isto os meios de comunicação não divulgam. Chegarão um tempo em que todos odiarão os cristãos por causa do nome de Deus.

Aqui no ocidente a perseguição é de nível cultural, ou seja, tenta-se tirar da sociedade todos os seus valores cristãos, com a justificativa de que o Estado é laico, mas não é ateu. Ou o Estado cede à fé da maioria e respeita ou então tenta impor uma ante ideologia para erradicar toda forma de expressão religiosa.

Exemplos disto são ideologias em nome da liberdade de expressão, onde se profanam a cruz de cristo em exposições, com o argumento de que isto é uma liberdade artística. E se alguém se manifestar contra isto é capaz de ser indiciado pelo fato de ir contra o direito deles. Enquanto nós não cristãos não temos o direito de defender a nossa fé e infelizmente os meios de comunicação divulgam isso.

Os critérios da moda é dançar conforme a música, e o nosso desafio como cristãos é defender a nossa fé. Peçamos ao nosso Senhor Jesus Cristo que nos ajude a perseverarmos até o fim. Assim diz o Senhor: “É permanecendo firmes que ireis ganhar a vida eterna!”

AVISOS:

Novembro Azul: Nos dias 14, 15 e 16 o clube oferecerá gratuitamente coleta de sangue para exame de PSA. Local: Ambulatório do Portão 1, das 8h às 15h. Clique no link ao lado para efetuar o agendamento.

Terceiro Torneio de Futebol Recreativo no dia 19 de novembro. Local:  CFA de Cotia para homens acima de 20 anos de idade. Saída às 7h pelo portão 7 do clube. Inscrições no CAU até dia 18 de novembro.

Palestra dia 24/11 às 20h30 – Tema: Educar Nossos Filhos nos Valores Cristãos. Local: salão de festas do clube.